quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

"Uma imagem fala muito mais que mil palavras." Me pego pensando nisso.

Me chamou a atenção esta imagem que encontrei na internet. Mãos de um homem independente e pés de um frágil bebê.
Na nossa vida não é diferente. Temos a fortaleza de um adulto e a fragilidade de uma criancinha.
É impressionante como Deus conduz a nós, humanos, com nossas potencialidades e fraquezas. Ele nos guia pelos caminhos que muitas vezes nos são desconhecidos, nos levando ao abandono.
Ele, como um bom pedagogo nos ensina a trilharmos esse caminho de ABANDONO total com nossa BOA VONTADE e nos chama a sermos SINAIS de Sua presença neste mundo.
É o que temos em comum com Deus: o sentido de nossas vidas é amar.
Uma palavrinha de quatro letras, mas, que é ao mesmo tempo tão terna, amarga.
Não é fácil sermos disponíveis sempre. Mas, quando buscamos transcender nosso próprio "ego", passamos a dar vida à esta palavra.
Confesso que acho algo um tanto complicado de falar, pois, em muita coisa as palavras não são eficientes e suficientes.
Falando a grosso modo: "Para amar, é preciso querer em primeiro lugar. E isso nos exige atos concretos."
Peçamos a Deus esta graça de amarmos com nossas potencialidades e misérias.
Guardo esta frase de Ghandi comigo que resume tudo:
"O amor é a força mais sutil do mundo."

Muito obrigado pela presença de vocês e que Deus vos abençoe.
Gustavo- 29/01/2009


domingo, 25 de janeiro de 2009

 

Ontem, eu assistindo um episódio do E.R (Emergengy Rescue) da Warner Channel, fiquei refletindo sobre a vida.
Lá, um homem  maníaco depressivo acometido por um AVC  sequestra o médico que o atendeu e depois de desabafos sobre a ruína de sua vida (divórcio, incapacidade, etc...) e de aterrorizar o rapaz, se suicida.
Verdade que nem sempre a vida é um mar de rosas, como gostaríamos de ser. A realidade é nua e crua, quer seja boa ou não. Mas, pensei comigo mesmo: Se não tivermos uma meta na vida, se não sonharmos, estamos mortos.
Sou do tipo de pessoa que vai até o fim no que acredita. Nem sempre as coisas saem como planejávamos ou gostaríamos, mas, a vida, dizia alguém de quem não me lembro, "é uma escola".
Um poeta ou quem seja disse uma frase que exprime isso que eu digo: "Os fortes também choram". As lágrimas são o suor de quem vive e todo o esforço é compensado, pois, nos tornamos bons humanos e somos mais felizes.
Não caiamos na idéia de felicidade plena na terra. Podemos sim, viver momentos muito felizes. E é de acordo com o que vivermos aqui é que viveremos com maior intensidade na presença de Deus. Tudo começa aqui.
Pode haver gente que discorde dessa minha linha de pensamento e estou aberto ao diálogo e crescimento, mas, penso que sendo realista (sem deixar de ser sonhador), podemos afastar maiores ilusões e com os pés no chão e com nossa subjetividade, nosso jeitinho de ser, darmos um colorido à vida.
Como é bom viver!
Agradeço a Deus por mais esta semana e pelos aprendizados que Ele tem me concedido durante toda minha existência e pelas pessoas que tem colocado em meu caminho.

Agradeço a presença de vocês no meu blog que divido com todos.
Que Deus vos abençoe.

Gustavo- 25/01



segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

 

Deixo como fundo musical para esta nossa reflexão o hino da Jor nada Mundial da Juventude de 2008 "Receive the power" (Receba a força)

Refletimos no poema passado sobre a unidade dos povos para um mundo melhor.
Hoje, quero dirigir de uma forma especial à todos os jovens.
Lembro-me das sábias palavras do saudoso João Paulo II que dizia: "Jovens de todos os continentes, não tenhais medo de ser os santos do novo milênio"; e mais: "o mundo precisa de santos de calças jeans, que bebam Coca-Cola e testemunhem a alegria de serem jovens de Deus" (cf. carta de JP II aos jovens)
É importante vivermos e alimentarmos os nossos sonhos e ideais que trazemos conosco, mas, de acordo com o nosso presente. Somos pessoas cheias de gás e muuuuuuuita energia para fazermos qualquer coisa. É disso que o mundo precisa!
Somos testemunhas eficazes de Cristo e bem sabemos que a nossa alegria é contagiante.
Nem tudo são flores, mas, nem tudo são espinhos na vida. Nós somos os principais agentes da ação de Deus neste mundo. Quando amamos, somos felizes, pois, o amor que só fica dentro de si, morre e apodrece.
"Vós sois o sal da terra e luz do mundo". (Jesus Cristo)
Sejamos, pois, o que o Salvador mesmo nos chamou a ser: essência para a humanidade.
Está em nossas mãos fazer a coisa acontecer ou não. Ele já fez a sua parte.

Um forte abraço à todos!

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009






 Não importa se és negro ou branco;
 Ortodoxo ou budista;
 Se és bonito ou feio;
 rico ou pobre.

 O importante é que tens cérebro para pensar;
 coração para amar;
 mãos para servir;
 olhos para ver.

 Ouvidos para escutar o clamor do mundo;
 que anseia por amor,
 liberdade, respeito;
 vida.

 O mundo está cheio de discursos vãos
 que em nada nos acrescenta.
 Queremos ações concretas
 que falam por si só.

 Amigos, irmãos...
 independente de credo ou opção;
 juntos nos unamos
 para sermos mais "irmãos".


 Que Deus abençoe ricamente sua semana!
 Um fraterno abraço!


 

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009


quinta-feira, 8 de janeiro de 2009


Nesta jornada da vida, a cada instante me vejo limitado e ao mesmo tempo, amado e forte. Sinto dentro de mim um impulso de ir além, sabe?
Lembro-me de Santa Teresinha quando ela fala da parábola do Passarinho, onde ela se compara com um simples e pequeno pássaro, mas, que tem olhos e coração de águia. Olhos que vêem além, enxergam o que muitas vezes nos passa despercebido. Coração que aspira e é determinado a alcançar sua meta.
Ouso a comparar-me com um simples pássaro. Nada de romantismo demais e enfeites. Mas, porque vejo a grandeza e sabedoria de Deus em gerar dentro de nós o desejo tão sublime de fazermos parte da história do mundo, das pessoas, de participar da felicidade, entende? Então, quando olho dentro de mim e vejo que nas minhas fragilidades como humano, há uma pluraridade de sentimentos e dons, i, desejo de amar e ser amado, de ajudar a coisa acontecer... sinto-me vivo!
Não estamos aqui a passeio.
Somos importantes quando fazemos alguém se conscientizar de quanto é importante para a vida.
É o que eu pude experimentar por esses dias em uma de minhas visitas a uma simples senhora muito sofrida. Não dei um "pio" e eu mais fui ajudado que ela mesma, vendo a sensibilidade dela com seu esposo doente, o zelo... Isso eu considero até mesmo além das "forças humanas".
Portanto, tentando sair dos "rodeios", vejo que é preciso pararmos um pouquinho e prestarmos a atenção ao nosso redor e as ocasiões que Deus nos proporciona com a própria vida, para aprendermos a "voar alto, enxergar além" e irmos firmes rumo aos nossos sonhos.
É sempre assim! Pelo menos comigo!
Não sei se entenderam alguma coisa, mas, tentei passar aqui e espero que vália de algo para vocês.
Não queiramos ser "simplesmente turistas" nesta vida; sejamos a "parte que falta do quebra-cabeça da vida", que torna a vida mais completa e melhor de se viver.
Obrigado pelo carinho!
Um fraternal abraço e fiquem com Deus!
Guga.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009


Do perdão nasce a paz
(Gustavo)


Venho cantar a alegria de Teu perdão
E o júbilo do meu coração.
Doce dor que se converte em alegria
De ser amado por Deus, minha vida

(Que poderei retribuir-te, meu Sumo Bem?)

Tantos favores me fizeste,
Meus erros reparaste...
Teu coração me revelaste
Maior que o mal, Tua bondade.

Refrão

Sentaste junto à minha mesa,
Sendo contrário até a mim.
Quanto mais de Ti me afasto,
Mais de mim te tornas próximo.

Refrão

Um coração arrependido;
A humildade de perdoar-me;
Coragem de prosseguir;
Ir em frente, voar alto.